Vivemos um cenário cada vez mais digital. Inteligência artificial, robótica, automação e transformação tecnológica são a bola da vez em um mundo VUCA (volátil, incerta, complexa e ambígua) que desencadeou transformações nas relações profissionais e pessoais.
Mas, se por um lado o mercado de trabalho precisa de profissionais atualizados e digitalizados, por outro é preciso dar atenção para as soft skills, ou seja, as competências sócio-emocionais.

Uma pesquisa publicada na revista The Economist aponta que no século 21 as demandas estão muito mais focadas nas habilidades humanas e sociais como Assertividade, Flexibilidade, Criatividade, Persuasão, Boa gestão do tempo, Liderança, Capacidade de Ensinar, Atitude Positiva, Empatia, Pensamento crítico e Trabalho em equipe, por exemplo.

Este conjunto de competências não é mensurável, mas pode ser a diferença que falta para o seu ‘pulo do gato’ na carreira, seja ela como funcionário ou empreendedor.

Mas, afinal, quais são essas competências? Estudo esse tema há mais de 10 anos e mapeei mais de 100 habilidades importantes para profissionais e empreendedores desenvolverem soft skills para esta nova era de trabalho.

Neste ano de 2022 destaco algumas habilidades essenciais que precisam ser  desenvolvidas em um processo contínuo de percepção, consciência e prática. Vamos a elas:

Adaptabilidade: Esteja aberto para aprender com as mudanças inevitáveis e procure não ficar preso em dilemas, paralisado diante do medo ou se distraindo facilmente. Aprenda rápido e parta para a ação;

Colaboração: Se puder ajudar de qualquer forma, ajude. E não hesite em pedir ajuda também. Está cada vez mais claro que não somos uma ilha e precisamos dos outros para sobreviver. Faça a sua parte para reforçar os laços que nos unem;
Comunicação: Abra espaço para conversas transparentes e faça pactos de confiança com as pessoas. Comunique-se de forma clara, objetiva e assertiva. Pode ter certeza que a vida assim fica mais fácil e fluída;
Inovação: Limpe o terreno, reinvente, renove e inove sua forma de atuar no mundo. Crie novas formas de se comunicar, de fazer negócios, de ver os amigos e estar perto da família.

Negociação: Exercite exaustivamente a sua capacidade de negociar. Esta é uma arte que pode ser usada em todos os âmbitos da vida. Portanto, treine sua capacidade argumentativa, exercite a empatia e pratique o jogo do ganha-ganha;

Resiliência: Habilidade fundamental no empreendedorismo e que agora precisa ser exercitada por todos os profissionais, não importa onde estejam. Aprenda a cair e se levantar quantas vezes for necessário. Isso vai acontecer muitas vezes, mas saiba que você sairá ainda mais forte e preparado para os desafios profissionais e pessoais.

Agora, deixo um exercício prático para você desenvolver essas habilidades. Responda honestamente as seguintes perguntas abaixo:

  • Como estou em relação a cada uma destas habilidades?
  • Quais dessas habilidades podem ajudar no meu contexto de trabalho?
  • Quais são meus pontos fortes e fracos?
  • O que posso fazer para começar um processo de melhoria?
  • Com essas questões respondidas, você já pode montar um plano de ação para exercitar cada uma das habilidades que escolheu.