Mulheres em idade fértil que podem receber as vacinas para o COVID-19 como as profissionais de saúde têm muitas dúvidas sobre esse assunto, já que as vacinas ainda não foram aprovadas oficialmente para gestantes e lactantes.

No entanto, todas as sociedades médicas internacionais recomendam que as vacinas para o COVID-19 sejam administradas para todas as mulheres: as que estão férteis, as que estão grávidas, as que querem engravidar e as que estão amamentando.

Como os estudos com gestantes e lactantes estão em andamento e ainda não há aprovação oficial (em bula), essa deve ser uma decisão pessoal, em conjunto com o médico, esclarecendo os benefícios e possíveis riscos.

Recomendo as vacinas do COVID-19 para todas essas mulheres.

As vacinas para o COVID-19 são equivalentes a outras vacinas que existem há muito tempo e são recomendadas para gestantes e lactantes.

E portanto, grávidas, mulheres que desejam engravidar ou que estejam amamentando, podem e devem tomar sem medo a vacina da COVID-19.

Para a maioria das pessoas que tem certo receio compreensível de achar que vai ser ‘cobaia’ de uma vacina nova é importante esclarecer que olhando os números científica e friamente, o risco de ser “cobaia” da vacina é muito melhor do que o risco de ser “cobaia do vírus”.

Esse é um ponto muito importante, já que o COVID-19 é um vírus novo e com manifestações muito variadas e imprevisíveis, apesar de não ser uma doença exatamente grave para as gestantes.

Os riscos de mulheres grávidas terem complicações da infecção por COVID-19 é ligeiramente maior do que em mulheres não grávidas da mesma idade, porém o risco global ainda é bem pequeno, da ordem de 1%.

E comparativamente, o risco teórico das vacinas é muitas e muitas vezes menor. A aprovação oficial das vacinas para o COVID-19 para gestantes e lactantes é apenas uma questão de tempo.