A superlotação de penitenciárias leva a situação insalubre e desumana e viola os direitos humanos; inclusive dos agentes penitenciários, que acabam sofrendo pressões maiores. O Grupo de Planejamento de Ações de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor propõe serviços de atendimento psicológico, social, psiquiátrico, entre outros, além de programas de promoção e prevenção à saúde para todo o estado de São Paulo.



Esta matéria é apenas para assinantes


É novo no site?

Assine 100% Gratuito!