Regulamentada em caráter de urgência, a telemedicina apresenta um amplo crescimento no Brasil. A tecnologia já é bastante conhecida em diversos países e vem ganhando força com suas facilidades e a necessidade de distanciamento por conta da pandemia de Covid-19.

Em consequência dos impactos mundiais na economia e na saúde, o mercado de maneira geral, foi pressionado a se reinventar, de forma que a telemedicina, surge como um significativo apoio à população, que agora dispõe de acesso a médicos de forma rápida e sem a necessidade de grandes deslocamentos, aglomerações ou filas desnecessárias, desafogando o atendimento de urgência dos hospitais.

A aplicação da telemedicina durante a pandemia tem mostrado que a ferramenta de atendimento especializado online é fundamental ao estímulo de melhorias na saúde, tanto para o paciente quanto para o médico, possibilitando a estes profissionais um contato próximo e seguro por meio das plataformas especializadas nesse tipo de atendimento remoto.

De acordo com pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, a telemedicina foi responsável por mais de 1 milhão de atendimentos em todo território brasileiro, desde a regulamentação em abril do ano passado. Isso porque é um método democrático, já que a prática da tecnologia gera oportunidades de acesso à saúde e proporciona que a população em geral, possa se consultar mesmo distante dos grandes centros urbanos.

Para muitos pacientes, essas visitas virtuais são facilidades, tendo em vista que eles não precisam se deslocar fisicamente à consulta agendada, possibilitando que o atendimento seja feito de forma segura e confortável na residência do paciente.

Para os profissionais de saúde, é importante destacar que a tecnologia auxilia, porém não substitui o atendimento presencial, mas com certeza é uma maneira de aproximar o paciente do médico quando não é possível o encontro presencial. Isso tudo sem deixar de viabilizar um bom relacionamento e um atendimento humanizado e de qualidade.

Antes de começar o atendimento, é imprescindível enviar ao paciente um Termo de Consentimento para que a consulta seja realizada. O documento vai assegurar que ele esteja ciente de como funciona a teleconsulta, além de mostrar a segurança e os cuidados com as informações coletadas durante todo o atendimento.

Para atender de forma humanizada os médicos precisam estar atentos a alguns detalhes que podem fazer toda a diferença para manter a segurança e a confiabilidade dos pacientes, como:

  • Envie um lembrete após o agendamento da consulta com informações sobre a plataforma e meios de acesso para realizar este atendimento;
  • Tenha sempre em mãos o histórico médico, assim além de agilizar a consulta, você vai demonstrar que está por dentro da ficha dele;
  • É importante que antes da consulta, seja enviado um lembrete ao paciente. Os consultórios costumam ligar para confirmar a consulta presencial, então é de bom tom avisar o paciente também sobre o atendimento virtual.

Durante a consulta online manter-se atento e olhar para o paciente, além de buscar ouvi-lo atentamente. A gentileza e o acolhimento serão sempre o grande diferencial nos cuidados de saúde e eu acredito nisso.