Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, uma simples palavra passou a fazer ainda mais sentido na vida de muitas famílias: saúde. E quanto significado essa pequena palavra carrega dentro de si, não é mesmo? Como é importante ter saúde e, principalmente, ter acesso a ela. Porém, o que passamos a ver ainda mais claramente é o abismo social escancarado durante os duros meses que temos enfrentado.

Na contramão deste triste cenário, a ONG Por1Sorriso vem fazendo a diferença na vida de milhares de pessoas que vivem em comunidades em situação de vulnerabilidade e com pouco acesso à assistência, como populações ribeirinhas e indígenas, quilombolas, moradores do sertão nordestino, povoados em condição de miséria no continente africano e comunidades urbanas, promovendo saúde, bem-estar e amor ao próximo por meio da odontologia e medicina humanizadas, já tendo impactado cerca de 15 mil pessoas.

Foto: Maria do Carmo – por Beatriz Castello Branco

Entre as ações realizadas durante o período pandêmico, podemos destacar a do último dia 1º de maio, realizada na região da Vila Brasilândia, na zona norte de São Paulo, que contou com o atendimento médico dermatológico para pacientes com suspeita de câncer de pele e que aguardavam na fila do sistema público de saúde, como foi o caso da dona Maria do Carmo da Silva, de 71 anos, que estava há dois anos e meio esperando por atendimento especializado, apreensiva por conta de uma mancha no braço. “Foi muito bom a ONG Por1Sorriso nos dar essa oportunidade de passar por consulta, o atendimento foi ótimo, com profissionais muito competentes. Estou saindo daqui muito satisfeita, feliz e aliviada por ter tido um diagnóstico que descartou a possibilidade de ser uma doença mais grave”, celebrou.

Ações como essa, além de colaborar com a saúde da população em vulnerabilidade social, é indispensável no adiantamento dos atendimentos que foram pausados por conta da pandemia, como explica a dermatologista e coordenadora médica da Por1Sorriso, Mariane Yacoub. “É muito importante poder levar tratamento médico especializado para a população e queremos, cada vez mais, expandir a medicina com suas especialidades”, completa.g