Estudos recentes indicam que a cada 1000 mulheres europeias, somente 0,6% são licenciadas em áreas relacionadas às Tecnologias de Informação e Comunicação; uma reflexão sobre o impacto da revolução digital, mostra como o impulsionamento dessas áreas pode reduzir a desigualdade de gênero e representar uma vantagem competitiva, acelerando o processo de crescimento da economia brasileira.



Esta matéria é apenas para assinantes


É novo no site?

Assine Já!

Digital Individual

R$ 89,97 /ano
em até 12 vezes

Assine Já!


Acesso Total para 1 assinatura:

Edições da Revista digital + Colunas + Notícias

Digital Corporativa

A partir de R$ 260,00 /ano
em até 12 vezes

Assine Já!


Acesso à partir de 4 assinaturas:

Edições da Revista digital + Colunas + Notícias