Tendência em todo o país, o resgate da Atenção Primária vem ganhando espaço na saúde privada. Na liderança desses esforços está a Amil, uma das maiores operadoras de planos de saúde do Brasil. Esse modelo de atendimento é centrado no médico de família, que pode atender a pacientes de todas as idades, através da promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamentos e reabilitação. Entre os benefícios desse modelo estão a melhora na qualidade de vida dos usuários, o reforço do vínculo entre médicos e pacientes e a redução da internação hospitalar desnecessária.

A Amil foi a primeira operadora de saúde a introduzir, em larga escala, um modelo baseado em atenção primária e coordenação do cuidado no Brasil. As clínicas que atendem nesse modelo, alcançam cerca de 340 mil beneficiários. As unidades contam com médicos de família, enfermeiros e agentes de saúde, além de fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos. Também oferecem programas de prevenção e de promoção da saúde, como combate ao tabagismo, planejamento familiar e emagrecimento. Hoje, nove em cada dez pacientes atendidos por médicos de família nessas clínicas têm seus problemas de saúde resolvidos nesse primeiro nível de atendimento, sem necessidade de encaminhamento. O conceito é mais eficiente e reduziu em 20% a hospitalização dos pacientes que se engajaram.

“A atenção primária propõe o acompanhamento integral do paciente, resultando em uma melhor gestão da sua saúde, oferecendo aos clientes o cuidado certo”, comenta Nulvio Lermen Junior, diretor do Programa Amil de Atenção Primária.

A empresa também tem investido em iniciativas de educação médica nessa frente. Recentemente, fechou uma parceria com o Hospital Albert Einstein para treinar médicos das unidades ambulatoriais da Amil para o atendimento em medicina de família. Também lançou um programa de residência médica em Medicina de Família para atuação no Rio e em São Paulo, e contratou, nos últimos anos, cerca de 400 profissionais para compor suas equipes de atenção primária, entre médicos, enfermeiros e técnicos. Também passou a credenciar clínicas privadas de atenção primária em diversos estados para atendimento aos seus clientes.