Depois de aproximadamente três meses de contínuas mudanças, incertezas no mercado e enxurradas de diversas informações, nos vemos em um momento decisivo. A retomada está próxima, mas nós, como entendedores de negócios, sabemos que o processo será gradual e que é necessário colocar as mãos na massa agora e trabalhar para que ele aconteça de forma segura e consciente.

O futuro, ainda rodeado de incertezas, não será facilmente previsto por nenhum de nós, muito menos por especialistas, afinal, como pode haver especialistas em um momento inédito na história? Portanto, o momento de desenvolver estratégias e aplicar medidas no seu negócio é agora.

A importância de uma boa gestão de equipe

O primeiro passo que nós, gestores, devemos tomar em rumo a uma boa gestão de equipe nesse momento é manter a calma e não transmitir uma sensação de insegurança para nossas equipes, especialmente no momento que estamos vivendo hoje. É preciso fazer com que eles enxerguem o seu negócio da mesma maneira que você. É vital, para uma boa harmonia na equipe, que todos sigam a mesma filosofia e compartilhem da mesma essência: a essência do seu negócio.

Por mais que seja óbvio, é sempre bom lembrar que o trabalho em equipe é importantíssimo. O nosso trabalho como líderes é orientar nossa equipe e dar todo o apoio possível; por isso, palestras, discussões e conversas são essenciais – porque, além de orientar sua equipe, elas também estreitam os laços profissionais e humanos.

O momento é agora

Não se prepare para o futuro, se prepare para o presente. Diante de tanta instabilidade e incerteza, é muito difícil prever o futuro do mercado, e como as empresas e clientes se comportarão; mais difícil ainda é desenvolver estratégias a longo prazo. Por isso, foque no momento presente.

Estamos vivendo uma crise, não há como negar. No entanto, devemos ter em mente que as crises e os momentos difíceis acontecem. Eles são cíclicos. Portanto, o momento atual deve ser encarado como uma oportunidade de reinvenção por parte das empresas. Mentes criativas e flexíveis serão extremamente necessárias, assim como equipes bem preparadas e serviços de atendimento de excelência. Pode não parecer, mas é hora de colocar a mão na massa antes que o “futuro” venha e você perceba que focou tanto em tentar prevê-lo que perdeu um tempo valioso.

Por isso, não perca tempo tentando decifrar possíveis rumos pelos quais o mercado seguirá. Estamos em um período de constante mudança, em uma corda bamba. Portanto, foque em se manter estável! Volto a repetir: não estamos em um momento de ganhar, e sim de procurar perder o menos possível. Mantenha sua mente no presente, desenvolvendo soluções para o agora e trabalhando junto com a sua equipe para o funcionamento do seu negócio.

 

O segredo está nos detalhes

Todas as pessoas naturalmente são clientes, mas nem todas são vendedoras. Nós, vendedores, temos a capacidade de sermos empáticos e nos colocarmos no lugar do cliente. O diferencial do atendimento está nos detalhes, na forma com a qual você trata o seu cliente, como você o entende e como você se predispõe a resolver os problemas dele, porque é isso que o seu cliente procura: ter seu problema entendido e resolvido. Esse é o seu papel como vendedor.

Mas seu atendimento precisa ir além disso. Além do convencional, é preciso mais. É necessário se atentar à emoção e aos sentimentos do seu cliente, à importância do seu serviço ou produto para ele. Trata-se da questão humana, muito além da relação comercial. Se você desenvolver essa interface emocional conectada com cada cliente que você atende, você ganhará mais que um cliente, ganhará um vendedor.

 

Segurança em primeiro lugar

Nosso papel como gestores é garantir, acima de tudo, a segurança dos nossos clientes neste momento, mais do que nunca. É importante buscar soluções, dividir, conversar com a sua equipe a fim de desenvolver maneiras para garantir essa segurança, gastando apenas o necessário. É interessante pesquisar sobre o que outras empresas estão fazendo, como elas estão resguardando a si e aos seus clientes. Ficar atento às recomendações do Ministério da Saúde também é essencial.

Muitas empresas temem incentivar o consumo do cliente como se elas fossem responsáveis pela situação atual da saúde. Entretanto, nós precisamos nos reerguer e trabalhar para que isso possa acontecer de forma segura e responsável. Precisamos nos mostrar aptos e predispostos a dar todo apoio possível aos nossos clientes. E esse apoio pode ser diretamente concedido via atendimento.

É necessário oferecer, estar pronto para receber os clientes e moldar seu negócio nas medidas de segurança necessárias. Então, o importante é cuidar das pessoas. E cuidar das pessoas significa prezar pela segurança dos seus clientes, equipe, fornecedores e colaboradores, e também contribuir para o funcionamento da economia do país. A hora de se moldar é agora; seja flexível, resiliente, empático e humano. Seus clientes precisam de você, assim como você precisa deles.