Menos de 150 dias após o registro do primeiro caso de morte por covid-19 em março de 2020, a esperada marca dos 100 mil mortos chegou. O Brasil tem somado uma  média diária de 1.000 mortes por covid-19 diariamente. Balanço do Ministério da Saúde aponta para 3.036.000 milhões de infectados; destes, mais de 2.118.000 milhões de pessoas já se recuperaram do coronavírus no País.

O Estado de São Paulo já tem mais de 25 mil mortos pela doença e o total de casos confirmados aproxima-se de 630 mil. O número de infectados nos municípios também  aumentam; em praticamente todos os 645 municípios do Estado, no mínimo uma pessoa encontra-se infectada, e em 76%  das cidades, há pelo menos uma ou mais mortes.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI chegaram a 58% na Grande São Paulo e quase 60% no Estado, com quase 13 mil pacientes internados suspeitos ou doentes, quase 7.300 em leitos de enfermaria e 5.470 em UTIs.

O Brasil se encontra na 2ª. posição em número absoluto de mortes por covid-19, perdendo somente para os Estados Unidos, que somam 163 mil mortes e mais de 5 milhões de casos, segundo dados da Universidade Johns Hopkins. O terceiro país mais afetado é o México, com 51 mil mortes em decorrência do novo coronavírus. Os três países, juntos, somam quase metade das mortes registradas no mundo. E nada indica que a epidemia no mundo esteja desacelerando.

Brasil em números relativos (por milhão de habitantes)

São Paulo é o Estado com mais mortes por covid-19. Ultrapassou a marca de 25.000 vítimas da doença em 9 de agosto. São 547 mortes/milhão. Mas, proporcionalmente, a doença mata 65% a mais em Roraima: 903 infectados morreram a cada milhão de habitantes. Assim, São Paulo encontra-se em 14ª posição comparativamente aos demais estados. Os 13 estados com maior número de mortes relativas, são: Roraima (903 mortes/milhão de hab.), Ceará (871), Rio de Janeiro (816), Amazonas (810), Pernambuco (726), Amapá  (712 ), Sergipe  (691), Pará  (684), Espírito Santo  (681), Acre (636), Mato Grosso (600), Distrito Federal  (574) e Rio Grande do Norte  (562).

De acordo com levantamento do Poder360, a região Norte concentra 5 dos 10 Estados onde a doença é mais letal no país. A região Sul conta com a menor letalidade. Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão entre os 5 estados com menor número de mortes por milhão de habitantes.

Roraima, Ceará, Rio de Janeiro, Amazonas, Pernambuco, Amapá e Sergipe têm taxas maiores que o Reino Unido, o 2º país com mais mortes causadas pela covid-19 por milhão de habitantes. Relativamente, o Brasil tem hoje 475 mortes / milhão de habitantes, estando na 7ª. posição, quando comparado com Bélgica, Reino Unido, Peru, Espanha, Itália e Estados Unidos, que têm, respectivamente, 851, 686, 631, 610, 582 e 500 mortes por milhão de habitantes.