A transformação digital na saúde é uma ferramenta importante para o alcançar o chamado Triple Aim, que tem como objetivos melhorar a qualidade do atendimento, melhorar a satisfação do paciente e diminuir os custos da saúde. Através desses 3 princípios, aliados à satisfação no trabalho, chegamos a uma metodologia que tem o enfermo como foco do cuidado, a chamada Medicina Baseada no Valor, que pode até mesmo ter seu significado ampliado para Medicina Baseada no Cuidado.

O entendimento da importância do paciente no centro do cuidado é intensificado através das evidências das ferramentas digitais, que possibilitam uma melhor coleta de dados, de forma mais rápida e resolutiva. Os dados são utilizados para intensificar o entendimento dos gestores e profissionais de saúde sobre a jornada do paciente, que vai além do atendimento.

Podemos fazer um paralelo entre a melhoria da qualidade do atendimento com um conceito muito conhecido atualmente, o UX Design, ou User Experience, que basicamente é a capacidade de entender a jornada do usuário em todos os aspectos. Entendemos como usuário qualquer pessoa que utiliza o serviço, podendo ser desde o paciente que é atendido em um consultório médico, os funcionários que trabalham na Unidade de Saúde, os donos do estabelecimento e os fornecedores dos materiais comprados. Entendendo melhor o conceito de UX, podemos entender a sua importância na saúde, para garantir uma melhor entrega de resultados e como as ferramentas digitais contribuem para isto.

As plataformas de saúde atualmente coletam, arquivam e tratam os dados em saúde, de forma segura utilizando outras ferramentas digitais, como o armazenamento em nuvem e assinaturas digitais que criptografam os dados coletados. São com essas informações que podemos registrar insumos preciosos para melhorar o final da cadeia de entrega do produto, que é o atendimento ou a orientação em saúde, com o paciente no foco do cuidado.

O paciente deve permanecer no foco do cuidado, porque além de existir uma corresponsabilização sobre o seu acompanhamento, ele auxilia o profissional de saúde na prevenção de agravos, que comprovadamente é mais barata que o tratamento de doenças.

Com isso, é possível assegurar uma melhoria da jornada do usuário, por meio de sua experiência, e ao mesmo tempo diminuir os custos em saúde, já que o paciente se preocupa mais com sua saúde, e não apenas com sua doença, utilizando ferramentas digitais, implantadas nos sistemas de saúde após a Revolução Digital na Saúde.