Propaganda

Categoria: Edição 3

Edição 03

Maio/Junho 2019

Editorial

Saudações aos leitores!

A 3ª edição da Revista Preven preocupou-se em mostrar as crescentes enfermidades de ordem principalmente psicossocial na vida dos agentes penitenciários,  trabalhadores que frequentemente  têm vivenciado inúmeros problemas decorrentes das superlotações prisionais.

Tamanha sobrecarga física e mental tem ocorrido pela demanda insuficiente destes funcionários e viola direitos humanos, provocando uma elevação crescente na pressão gerada por estas superlotações de presidiários. Contudo, o Ministério Público do Trabalho, embora ciente não apenas dos sérios problemas, mas também a par das normas regulamentadoras que buscam um meio ambiente saudável no trabalho (cujas normas em ações preventivas no cuidado com a higiene e segurança do trabalhador, são protegidas, inclusive por órgãos internacionais como a OIT),  pouco tem feito a respeito da situação degradante que é o sistema prisional brasileiro. Outrossim, os inevitáveis afastamentos necessários para tratamentos de recuperação dos agentes penitenciários, acabam gerando gastos exorbitantes e inevitáveis ao governo brasileiro.

Acompanhe também uma entrevista com um dos agentes que já precisou se afastar algumas vezes do trabalho para se tratar.

Confira outros artigos e matérias que remetem a questões ambientais e ocupacionais, em especial a ótima matéria que elucida muito bem todo o desencadeamento de riscos à nossa saúde no contato com os agrotóxicos.

Tenham uma ótima leitura!

Cerca de 70% dos custos de saúde em uma empresa estão relacionados à baixa produtividade – absenteísmo, doenças crônicas, etc; entre os fatores de impacto no custos e seus constantes aumentos, há situações como o envelhecimento da população, a evolução das patologias, o alto custo de novas tecnologias dos equipamentos e medicamentos e outros; com isso há diversas consequências, como o rebaixamento de redes de benefícios aos funcionários e outras…

Leia Mais

A busca por um meio ambiente do trabalho saudável para os agentes penitenciários e os que cumprem penas é protegida por normas em ações preventivas nos cuidados com a higiene e segurança do trabalhador, previstas pelo Ministério Público do Trabalho e com reconhecimento da ONU e OIT. Entretanto, com instalações não construídas para se desenvolver qualquer ofício, deparam-se com entraves, expondo-se assim o Ministério Público do Trabalho a essas relações laborais marcadas por condições degradantes, no caso do sistema prisional brasileiro.

Leia Mais

O estigma da dieta, quando se fala em se transformar a alimentação em uma atividade mais saudável! Geralmente, mudanças de hábito não é tarefa fácil, gerando sentimentos como angustia e insegurança, quando associadas a restrições.
Leia esse artigo e perceba que mudar seus hábitos é possível e pode ser mais agradável do que você imagina!

Leia Mais

Com o crescimento da produção de lixo no mundo, cresce também a demanda de coleta residual; os órgãos ambientais tendem a fiscalizar, gerir e divulgar mais conteúdos de boas práticas quanto a estes; os envolvidos no processo de gerenciamento ficam mais expostos a diferentes riscos como contaminações, e os resíduos devem ser classificados, contribuindo para o correto manuseio e redução dos riscos de acidentes de trabalho.

Leia Mais

Quando há processos químicos envolvendo trabalhadores, riscos sociais ou ambientais podem ocorrer; as principais causas de acidentes/incidentes envolvendo plantas químicas são: falhas na tecnologia utilizada, falhas humanas, falhas no sistema de gestão e condições externas ou fenômenos naturais. Um sistema de gestão de segurança de processos denominado RBPS (Segurança de processos baseado em risco), auxilia as empresas a desenvolver e implementar sistemas de gestão em segurança de processos.

Leia Mais

A superlotação de penitenciárias leva a situação insalubre e desumana e viola os direitos humanos; inclusive dos agentes penitenciários, que acabam sofrendo pressões maiores. O Grupo de Planejamento de Ações de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor propõe serviços de atendimento psicológico, social, psiquiátrico, entre outros, além de programas de promoção e prevenção à saúde para todo o estado de São Paulo.

Leia Mais

O eSocial unifica a forma de envio das informações trabalhistas, previdenciárias, tributárias e fiscais de todas as empresas aos órgãos competentes, exigindo adaptações que incluem os riscos ergonômicos, questão fundamental para melhorar as condições de trabalho na prevenção de acidentes laborais e doenças ocupacionais.

Leia Mais
Carregando

Publicidade

Dúvidas? Chame agora.